TER MUITAS ROUPAS MAIS ATRAPALHA DO QUE…

Olá, Consultora! Tudo bem?

Muitas pessoas ganham e compram roupas novas nesse período de Festas e o guarda-roupa acaba ficando ainda mais cheio. O problema, muitas vezes, é que, mesmo com o guarda-roupa cheio de peças, sua cliente diz que “não tem o que vestir”, não é mesmo? No post de hoje, vou te dar dicas de como ajudar suas clientes a entenderem que ter muita roupa mais atrapalha do que ajuda.

Antes de qualquer coisa é preciso fazê-las IDENTIFICAREM E ENTENDEREM QUE REALMENTE TÊM MUITO MAIS PEÇAS DO QUE O NECESSÁRIO. Temos que pensar que quanto mais se tem, menos coisas se usa porque muitas delas ficam escondidas ou esquecidas enquanto outras são usadas com bastante frequência. É importante lembrar também que aquelas peças que não estão sendo usadas podem ter muito mais utilidade para outras pessoas.

Outro frequente problema é que início de ano é época de LIQUIDAÇÃO e muitas clientes acabam comprando mais do que devem e muito mais do que precisam. Uma das nossas tarefas é conversar com elas e “impedir” que façam essas compras por impulso, evitando gastos desnecessários. Mas, por outro lado, também é uma boa época para comprar algo que esteja “faltando” para compor os looks. Ajude-as a otimizar as compras nessas épocas de liquidação. São lições que serão levadas para a vida toda.

Muitas pessoas gostam de arrumar o guarda-roupa quando começa um novo ano, para renovar as energias e isso faz todo o sentido. Já falei em outro post da importância de sempre manter o GUARDA-ROUPA ORGANIZADO E “EM MOVIMENTO”, retirando o que não está sendo usado e colocando peças novas, quando necessário. Isso faz movimentar a energia do ambiente e da vida da sua cliente. Portanto, é uma boa época para ajudá-la a desapegar do que está guardado faz tempo e, se preciso for, adquirir novas peças que estejam mais de acordo com a nova imagem que ela quer transmitir para o mundo.

“MEU GUARDA-ROUPA ESTÁ CHEIO, MAS NÃO TENHO O QUE VESTIR” é o que a gente mais ouve e nessas horas é que devemos atuar fazendo uma “limpa”. Primeiro retire as peças que não estão sendo usadas há muito tempo (porque não servem, não fazem mais parte do estilo da cliente, etc.) e separe para doação, troca com as amigas, montagem de brechó, etc. Segundo passo é ver aquelas que não estão sendo usadas porque precisam de ajustes (barras, colocar botões, etc.) e separar para levá-las para o conserto. Se você tiver contatos de pessoas que façam ajustes em roupas é ainda melhor, pois sua cliente certamente vai preferir levar em alguém de confiança, se ela não tiver nenhum outro contato.

O último passo é PEGAR AS PEÇAS QUE SUA CLIENTE MAIS USA, separar e tentar MONTAR LOOKS DIFERENTES USANDO PEÇAS QUE ELA USA MENOS. Normalmente, quem diz que não tem o que vestir, usa sempre as mesmas peças e acaba enjoando. Montar outros looks dessa forma vai ajudar sua cliente a sair da “mesmice”, mas sem deixar de usar as roupas que ela gosta e se sente bem. Fotografar cada look montado é uma ótima opção para que ela possa encontrar, mais facilmente, várias opções na hora de se vestir.

Isso tudo faz com que o guarda-roupa da sua cliente continue cheio, mas cheio de opções e não necessariamente de peças. O mais importante é que ela tenha facilidade na hora de planejar e montar um look, sem ficar horas procurando uma peça que ela quer vestir, mas não acha no meio de tanta coisa. Nesse caso, menos é mais!

E lembre-se sempre que uma cliente que abre o guarda-roupa e sempre tem o que vestir é uma cliente feliz que foi orientada por uma Consultora de sucesso!

Um Super Beijo

Lilian Jordão

0 Comentário

ENVIE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado *

Comentário *




dezesseis − um =