Revitalização de guarda-roupa

guarda roupa

Olá, tudo bem, Consultora?

É essencial, na etapa de revitalização de guarda-roupa, traçar um plano funcional para ensinar sua cliente sobre o que priorizar em suas próximas compras. Revitalizar aqui significa rever cada peça do guarda-roupa e decidir o que fica e o que deve sair. Nessa etapa é essencial que a cliente aprenda o que “pode” usar e, mais importante ainda, a se desfazer do que não usa mais e está ocupando espaço.

Muitas pessoas têm inúmeras peças no guarda-roupa, mas costumam usar sempre as mesmas porque não conseguem visualizar as demais opções. Na hora de comprar roupas é importante que a cliente tenha em mente as peças que já tem para ver o que pode combinar. É preciso ORGANIZAR, ATUALIZAR e PLANEJAR.

Não adianta comprar por impulso! São peças que ficam no guarda-roupa e quase nunca são usadas porque não tem outras peças que combinem, não têm bom caimento, ou, pior ainda, nem servem! A dica é pensar no que ela precisa (que tem a ver com sua nova identidade visual) e nas peças que ela já tem para compor os looks.

Separe as roupas que devem ser excluídas. Não adianta manter peças que a cliente não usa mais. Separe as roupas que podem ser aproveitadas se forem reformadas e que tem a ver com a nova identidade visual dela. Uma bainha aqui, um corte lá, uma costura ali e surge uma nova peça.

Faça uma relação das necessidades da cliente, os locais que ela frequenta para lazer, trabalho, vida social, esporte e identifique o tipo de roupa usada para cada ocasião.

Mostre a sua cliente algumas informações que ela deve lembrar na hora de analisar uma roupa do armário:

-A peça está de acordo com a imagem que ela deseja transmitir ao mundo?

-Ela está em condições de ser usada?

-Ela combina com o estilo e tipo físico da cliente?

-Ela tem bom caimento?

-Ela está na cartela de cores da cliente?

Após feitas essas observações, você deve tirar tudo aquilo que não serve mais. Algumas das peças que devem ser extintas do guarda-roupa são aquelas:

– Muito velhas, manchadas, furadas, desgastadas e que não tem mais conserto;

– Que ela põe e tira todas as vezes que resolve usar:

– Que não combinam com nada do guarda-roupa;

– Tudo aquilo que não combina mais com o novo estilo de vida dela, e que não transmita para o mundo o que ela quer passar.

Recomendo que faça uma pilha com aquilo que você visualizou que merece “uma segunda chance”. O que significa isso? São aquelas peças que a cliente não usa muito ou nunca usou mas quer dar mais uma chance para ela, são as peças para serem testadas no momento de montar looks.

Não é uma tarefa fácil, eu sei, mas é muito importante no processo da Consultoria de Imagem e Estilo. Tem muita história dentro daquele guarda-roupa cheio de roupas, calçados e acessórios, não é? Mas o que você precisa mostrar para cliente que revitalizar o guarda-roupa é muito mais do que saber o que usar e como combinar as peças. É tornar a vida dela mais produtiva, usando o que ela gosta, que tenha a ver com ela e que ela se sinta bem! É transformar o momento de se arrumar em um momento de prazer e até mesmo de diversão, montando novos looks e reinventando peças.

Gostou? Tem alguma dúvida ou sugestão para compartilhar comigo sobre a revitalização de guarda-roupa? Entre em contato ou comente abaixo.

Lembre-se: Consultora confiante e informada é consultora bem-sucedida!

Um Super Bjo

Lilian Jordão

0 Comentário

ENVIE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado *

Comentário *




13 + dezessete =